Página Inicial» Notícias» Filho de Lula saiu de salário de R$ 600 para dono de empresa de R$ 6,5 mi

Filho de Lula saiu de salário de R$ 600 para dono de empresa de R$ 6,5 mi

altFábio Luís Lula da Silva, 40, o Lulinha, teve uma trajetória profissional de sucesso depois que seu pai, Luís Inácio Lula da Silva, transformou-se em presidente do Brasil pelo PT.
Em 12 anos, ele saiu de um salário de R$ 600 para deter sociedade em sete empresas, uma delas avaliada em R$ 6,5 milhões e que foi alavancada depois que a Telemar, com capital público, investiu R$ 5,2 milhões.

Essa trajetória foi retratada em reportagem do Jornal da Record na edição de terça-feira (27). A emissora faz um especial sobre os negócios da família do ex-presidente nesta semana.

No ano em que Lula assumiu o Executivo, em 2003, Fábio trabalhava como monitor no zoológico de São Paulo com salário de R$ 600 e dava aulas de informática para complementar a renda. No segundo ano de mandato, Fábio montou a Game Corp, com capital de R$ 10 mil e hoje a empresa está avaliada em R$ 6,5 milhões.

A produtora foi alavancada depois que a Telemar, concessionária da área de telefonia e com capital público, comprou ações da Game Corp por R$ 5,2 milhões, em 2005. “Não posso tomar as dores do meu filho. Se ele está errado, ele paga”, disse Lula em uma das entrevistas reprisadas pelo Jornal da Record.

O Ministério Público Federal investigou suposto favorecimento e tráfico de influência, mas o processo foi arquivado.

Fonte: Correio do Estado

 
 
Por demarcações, índios planejam protestos na Copa
Grupos indígenas pretendem aproveitar a visibil...
Banner