Página Inicial» Notícias» Procon do Rio proibe venda dos leites Elegê, Líder e Parmalat

Procon do Rio proibe venda dos leites Elegê, Líder e Parmalat

altFoi suspensa preventivamente a venda de leite das marcas Elegê, Líder e Parmalat na tarde desta sexta-feira (21). A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), por meio do Procon Estadual, já havia pedido a suspensão do leite Elegê na quinta (20).

O processo foi instaurado a partir da informação veiculada nos meios de comunicação, pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul, que esses leites podem ter sido processados com matéria-prima contaminada com formol. O Procon Estadual instaurou o processo para averiguar se os produtos das marcas distribuídos no estado do Rio apresentam o mesmo problema.

Por volta das 10h, o Procon-RJ começava uma operação de recolhimento do Leite |em mercados de Niterói e São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, e em São João de Meriti, Nova Iguaçu e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo o Procon estadual, serão recolhidas amostras do leite para análise. Até o resultado dos exames, a venda estará suspensa. Na quinta-feira (20), a venda do leite já havia sido proibida na capital, de acordo com o Procon Carioca.
De acordo com o balanço divulgado por volta das 13h, ao menos 200 litros de leite foram apreendidos no Supermercado Extra, no Centro de Niterói

 
Municípios recebem esta semana 1.º repasse do FPM
Mais de R$ 2.797.228.142,99, esse é o valor que...
 
Veja a lista dos alimentos que mais caíram e os que mais subiram
Em junho, a inflação registrou o maior valor d...
 
"Sky Gato" é ameaçada por ações multilaterais
Uma operadora de televisão por assinatura nesta...
Banner